sexta-feira, 30 de abril de 2010

Play and Pause




Começou!


Começaram a furar na terça feira, terminaram na quarta.




Mas como eu tinha enrolado o pedreiro, acabei o liberando para fazer uma reforminha para minha cunhada, então eles vão começar nesta terça.






Inacreditavelmente teve furo de 16m de profundidade, até parece que eu vou construir um prédio!!!




Mas o que me deixou muito feliz, foi um cálculo errado que dois engenheiros fizeram, na quantidade de concreto a ser utilizado na fundação. A princípio tinham calculado 52m³ de concreto, preço 190,00= 9.880,00. Como tiveram que furar muito mais que o previsto, o dobro, quase fiquei louca pensando que teria de gastar quase 20.000,00 só de concreto!!!



Mas aí pedi para meu engenheiro refazer as contas ( que eu não sei fazer), e deu no total, mesmo depois dos furos de 16m, 36 m³, 190,00= 6.8400,00. Menos do imaginávamos no começo!!!!




Nem acreditei. Até consegui dormir.




Vou viajar, descansar bastante, pra quando começar, não parar mais! Se Deus quiser!








sábado, 24 de abril de 2010

Muro

Optamos começar a construção pelo muro. Primeiro por ser mais fácil de achar um pedreiro para fazer só o muro, já que o pedreiro que queremos, só estaria disponível agora no mês de abril.
Mas...
Meu terreno foi aterrado, bem aterrado. Meu engenheiro nos deu a idéia de fazer o muro de arrimo, de pedras. Sairia um pouco mais caro, mas em compensação, seria mais seguro. Valor do orçamento: R$ 190,00 o m², só as pedras e mão de obra, fora outros os materiais, até aí tudo bem, mas quando o moço das pedras apareceu por lá foi logo dizendo que não dava pra fazer, por serem pesadas demais, acabariam descendo.
A opção foi fazer de alvenaria comum. Chamamos um bom pedreiro, que foi logo dando um orçamento surreal, e que não faria as fundações manualmente, teríamos que contratar uma empresa para fazer as estacas escavadas.
Essa história toda vem desde o final de fevereiro. E de tudo aconteceu nesse meio tempo. Descobrimos que nosso terreno não havia sido aterrado até o final, faltavam uns 3 metros no comprimento ainda. Engenheiro brigando com topógrafo para demarcação de onde seriam furadas as estacas. Eu brigando com a empresa de estaqueamento que quer por que quer fazer do jeito dela...
Acontece que quem tá esperando a gente desde a semana passada para começar a obra, são os pedreiros (é aqueles que tem a fama de furarem sempre).
Agora tenho a garantia que começarão nesta terça. Será que finalmente poderei dar o start?

Não vejo a hora.